Notícia

As dificuldades do setor Metal Mecânico

Já ouviu falar em setor metal mecânico? Ainda não? Então continua nesse artigo que você vai saber tudo sobre esse segmento e suas dificuldades.

Primeiramente, a indústria metal mecânica, também conhecida como metalomecânica ou metalúrgica, envolve a transformação de metais como cobre, aço, ferro, prata e ouro em produtos para a indústria ou para o consumidor final. A substância é tão importante que muitos avanços na agricultura, na guerra e no transporte seriam impossíveis sem o metal. A metalurgia é fundamental para a existência de máquinas, equipamentos e veículos, sendo que seus processos incluem usinagem, soldagem, deformação plástica e fundição.

Em resumo:  sem os objetos de metais, estaríamos ainda na era das cavernas! Apesar de um pouco exagerada, essa informação tem muito sentido, até porque, máquinas, equipamentos, veículos, materiais de transporte e a base da construção civil nem mesmo existiriam se não fossem os seus trabalhos.

Já a sua importância para o desenvolvimento da economia é indiscutível, afinal de contas, é por meio de suas aplicações que boa parte dos bens e serviços que se movem ao redor do mundo são iniciados.

Aqui no estado do Espírito Santo, os setor metal mecânico se destaca e movimenta a economia capixaba. Na  Serra é onde se encontra o principal centro de concentração desse segmento. Neste momento, 25% das empresas do Estado estão em solo serrano chegando a mais de 900 mil negócios.

Diante das informação sobre o segmento e de tamanha importância do mesmo, preparamos este artigo para mostrar os principais desafios enfrentados pela indústria metal mecânica. Não perca essa leitura! Confira!

Abaixo listamos algumas das questões mais comuns que geram dificuldades para esse setor :

  • A dinâmica das demandas;
  • A complexidade da produção de produtos;
  • A complexidade das ferramentas;
  • O alto nível das tarefas executadas.
  • Todo esse ambiente de complexidade gera condições difíceis de trabalho, que precisam ser encaradas de frente.

Mas a seguir, veja quais são os principais desafios da rotina da indústria metal mecânica e como eles influenciam na produção e a gestão do negócio.

 

  1. Acompanhamento de produção

A produção é feita por diversas etapas que precisam ser perfeitamente  cumpridas. O tamanho desse fluxo pode variar de acordo com o segmento, mas geralmente é difícil se manter atualizado sobre cada etapa.

Gestores sentem-se sempre distantes do chão de fábrica e incapazes de se manterem informados, já que nem sempre podem estar presentes nessas etapas.

devidamente cumpridos. A produção, além de precisar seguir parâmetros de qualidade, também deve respeitar um dinamismo mínimo. A produtividade é fundamental para que se faça o máximo possível dentro do tempo que se tem à disposição.

Para gestores, manter-se informado sobre esses processos e como eles se desenvolvem não é uma tarefa fácil. Em alguns casos, esse distanciamento pode fazer cair o rendimento das equipes, o que se espelha diretamente nos resultados da empresa.

  1. Comunicação entre setores

A comunicação é, sem dúvidas, uma das principais dificuldades enfrentadas pela indústria metal mecânica. O problema começa no chão de fábrica, entre equipes e departamentos ligados aos processos operacionais da produção.

Sem tecnologia adequada, é complicado que supervisores troquem informações que ajudem a tornar as etapas mais ágeis e qualificadas.

Essa falta de desempenho para simples checagens, por exemplo, pode atrapalhar a produtividade e atrasar o trabalho. Muitas vezes, é fundamental que existam essas consultas. Mas sem os recursos ideais, haverá muita perca de tempo.

Quanto aos gestores, também é necessário que tenham a possibilidade de entrar em contato de forma instantânea com quem está responsável pela produção. Demandas urgentes surgem a todo momento e precisam ser repassadas com mais urgência ainda.

  1. Planejamento operacional

O planejamento operacional também é um ponto que causa preocupação a gestores da indústria metal mecânica. É nessa etapa que todo o trabalho é pensado para ser executado no chão de fábrica. Mas ele pode passar por dificuldades, especialmente quando há urgências.

Nem sempre a equipe do chão de fábrica é atualizada sobre os objetivos da produção, as exigências com prazos e a dinâmica de trabalho. Esse problema é um crescimento da questão da falta de comunicação adequada.

Sem uma plataforma tecnológica, é difícil transmitir as exigências a tempo aos trabalhadores.

  1. Informação sobre o chão de fábrica

O chão de fábrica é o coração da indústria, já que é lá onde a etapa operacional acontece, e é ela que dá vida ao produto. No local, o trabalho se desenvolve naturalmente, mas qualquer acontecimento no local precisa ser devidamente controlado também pelo gestor.

Um dos problemas presentes é que nem sempre essas atualizações ocorrem. Isso, na maioria das vezes, gera impactos para o setor. Inclusive, esse distanciamento pode ser a causa da queda do desempenho, da insatisfação dos trabalhadores e também da menor qualidade na produção.

Sem um canal de troca de informações, fica difícil saber o que acontece, e é nessa hora que os gestores perdem o controle do chão de fábrica.

Após a leitura podemos perceber que por mais que haja muito trabalho duro e desafios nesse segmento, é possível ter produtividade, eficácia e qualidade na indústria metal mecânica! Um das soluções é a tecnológica, ajudando  tornar a rotina mais simples e ágil.

Esperamos que tenha gostado deste artigo. Compartilhe em suas redes sociais para que outras pessoas também o vejam!

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Outras notícias

Granito e Mármore: Conheça as diferenças e onde usa-los

O que é a celulose e quais as suas utilidades